Processo criativo do Espetáculo Lei com Grupo Girarte

IMG_2455 ed

Processo criativo do Espetáculo Lei coreografado por Alba Vieira e Mário Nascimento com bailarinos do Grupo Girarte. Montagem por Alba em maio de 2016.

IMG_2479 ed

IMG_2535 ed

IMG_2517

IMG_2514

IMG_2509 ed

IMG_2486 ed

IMG_2459 ed

O Espetáculo Lei tem cenas coreografadas por Alba Vieira e Mário Nascimento. O coreógrafo Mário Nascimento coreografou duas cenas, tratando corporalmente a 1ª lei (Inércia) e a 3ª Lei (Ação e Reação). Alba Vieira coreografou outras duas cenas, explorando corporalmente a 2ª lei de Newton (Lei da dinâmica) e a Lei Gravitacional.

Para explorar a Dinâmica, Alba e o Grupo Girarte consideraram como primordial pensar na interação entre dois corpos. Ao criar o corpo cênico com foco na dinâmica, pensaram na relação entre massa, vetor de força e aceleração, de acordo com a fórmula geral F(força)= m(massa) x a(aceleração). Assim, temos em cena, corpos puxando outros corpos e um monte de areia. Há pouca aceleração na movimentação dos bailarinos devido ao peso que carregam. Em outro momento, os bailarinos aumentam sua massa/peso com essa areia inserida em seus figurinos e assim, repetem sequências de movimentos que foram anteriormente realizadas (sem o acréscimo de areia), o que consequentemente diminui a dinâmica de movimento. Foi também utilizado, em um diferente momento da cena Dinâmica, um tecido elástico que é compartilhado por dois bailarinos de cada vez, os quais se deslocam pelo espaço tentando vencer a força de tração exercida. Nesta cena com o elástico, cada bailarino puxa ou empurra outro bailarino de um ponto A para um ponto B, explorando a questão de massa e volume e aceleração resultante. Esta cena explora o corpo de referência que se move, o que resiste (mas estes papéis mudam e se alternam todo o tempo em cena) e seu curso de movimento é também o tempo todo alterado pela força de tração.

areia 2

5

10

14

16

18

20

22